Cuidado! Tua condenação pode ser pior que a do outro

j

by Addan Dyego

}

21 jun, 2021

Em um dos maiores clássicos da história – Inferno de Dante, o autor apresenta no capítulo XI uma narrativa que nos permitirá avançar na Santidade. Para aqueles que não sabem, Dante Alighieri, italiano (século 13), não escreveu uma “trilogia” de contos com verdades teológicas, com referência a mitologia grega e romana como muitos por aí a tentam definir, mas escreveu um dos maiores clássicos literários da história que tem contribuído com a fé de todos aqueles que o leem.


No capítulo acima citado, em um dos tercetos o autor escreve:
“Será que tu já esqueceste o que diz a tua Ética – respondeu –, quando ela explica em detalhes, as três coisas que ao céu mais desagradam: incontinência, malícia e bestialidade? A culpa por ter pecado por causa de incontinência ofende menos a Deus. Se você lembrar com cuidado essa doutrina, entenderá por que aqueles lá de cima foram separados destes maliciosos aqui em baixo.”


Interessante saber que no “Inferno de Dante” existem vários círculos, que são basicamente “níveis de condenações” pelos pecados cometidos. Diria que quanto maior o círculo, ou o mais profundo, maiores dores sofrerá. E Dante diz algo que muito pode mexer com você nesse exato momento.


Nesse texto que expus, ele escreve: “A culpa por ter pecado por causa da incontinência ofende menos a Deus”. Óbvio, que ofender menos a Deus não é agradá-lo, então aqueles que são condenados por algum pecado de incontinência, como: Luxúria, Gula, Avareza, sofrerão menos que aqueles que são condenados por: Ira, Heresia, Violência, Fraude e Traição. Agora a chave em questão é: Por que esses sofrerão mais, enquanto aqueles menos?


Em “tua Ética” → Livro base aristotélico que Dante e Virgílio tinham conhecimento, se expõe que: Deve ser observado que há três aspectos das coisas que devem ser evitados nos modos: a malícia, a incontinência e a bestialidade.” A alma incontinente tem culpa, mas a culpa é menos grave que o dolo, a vontade de pecar. Esta vontade, quando surge de ocasião, como manifestação da natureza animal é ainda menos grave que aquele pecado que é cometido de forma arquitetada, premeditada, usando a inteligência própria do ser humano a serviço do mal. Ou seja, caro leitor. Os pecados que muitas das vezes arquitetamos, e que de forma consciente cometemos, nesse inferno de Dante há de ser causa das maiores dores que poderemos ter.


Diria que nesse aspecto mesmo não sendo verdade teológica, há de nos induzir a desejar o Paraíso. Diria que, mesmo após a leitura desse fantástico clássico, e tendo consciência que talvez não seja verdade, nos acomete a sã consciência a desejar fugir do desconhecido inferno que Satanás tem projetado para nós.


Finalizo esse texto refletivo e que tem por pura intenção te levar a Deus, com uma frase de um Santo que nasceu alguns séculos depois que o autor.


“A batalha contra o pecado é a única batalha na qual vence aquele que foge”. São Felipe Neri.

Destaque

Posts relacionados

Texto para os que namoram ou querem namorar.

Vale a pena lembrar que a palavra namoro é proveniente de enamorar, que na prática não é senão um “cortejar”, ou seja, um esforço para conseguir inspirar amor ao outro. Tais práticas na realidade eram comuns de serem exercidas até o século 19, beirando o século 20; quando no século passado, com a forte influência de várias ideologias no seio da família, fez-se com que se mudasse as intenções dos jovens entre as famílias, abolindo os conselhos dos antigos, de cujos relacionamentos já duravam anos, por conseguinte, a grande maioria desses influenciados pelo “novo mundo” decidiram ter mais “liberdade”, corrompendo o sentido da sua vocação e fazendo crer na grande mentira que o namoro não é um passo fundamental para ter uma família, mas sim, para uma autossatisfação corpórea e material.

ler mais

Um tesouro escondido

o sofrimento é algo muito grandioso para apenas ser deixado de lado e não ligarmos para ele, pois o mundo ganhou uma nova luz: Jesus Cristo. Com ele veio uma nova percepção sobre a dor: Olhar para o sofrimento com amor.

ler mais

Precisa de ajuda?

Entre em contato

SIGA-NOS

SOBRE O AUTOR

Addan Dyego

"Roma Locuta est, Causa Finita Est"

COMENTÁRIOS

1 Comentário

  1. Kenny Ender

    I love how your posts always leave me motivated and inspired.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSTS RELACIONADOS

Um tesouro escondido

Um tesouro escondido

Possivelmente você já sofreu ou passou por algo difícil na sua vida. Pode até ser que você não soube lidar com essa dificuldade ou não o aproveitou para se tornar uma pessoa melhor, pelo contrário deixou que ele fosse o centro da sua vida. Ou pode ser que você lidou...

Numa toca no chão vivia um hobbit

Numa toca no chão vivia um hobbit

“Numa toca no chão vivia um hobbit.” É assim que começa uma das maiores aventuras de Bilbo Bolseiro um dos grandes personagens criados por J.R.R. Tolkien. Bilbo é aquela pessoa que gosta de conforto e acha que o melhor lugar para se estar é no aconchego de sua casa,...

Perdido anda quem anda atrás do perdido

Perdido anda quem anda atrás do perdido

Quão belas são as palavras que Deus nos transmite por meio de Santa Teresa de Jesus. “Deste modo já anda imperfeito e perdido. É o caso de dizer: perdido anda quem anda atrás do perdido”. Quantas são as vezes que ao estimarmos coisas e pessoas nos perdemos dos...