O QUE REALMENTE O JOVEM PRECISA?

j

by Addan Dyego

}

19 maio, 2022

Começo o texto querendo realmente aguçar a tua curiosidade, afinal das contas, acredito que você seja realmente um jovem que está à procura de respostas, não é mesmo?
Então, refaço a pergunta: o que realmente você precisa?


Obviamente existem necessidades em todas as dimensões e faculdades de nosso ser; já adianto que todo empenho e esforço humano será insuficiente para bem preenchê-las, afinal, o “vazio” que há em nós jamais será preenchido com coisas, momentos ou ações temporais, mas sim em suma as atemporais (em que não há tempo; fora do domínio do tempo; intemporal).


Você talvez esteja pensando: “O que preciso para ser feliz?”. A felicidade, meu caro leitor(a), é uma resposta concreta e satisfatória realizada em nosso ser. É quando encontramos um sentido único e suficiente que nos completa a tal ponto que não há mais nada que possa nos agregar, pois realmente estamos onde devemos estar e vivendo o que realmente devemos viver. Vale acrescentar que o satisfatório não está relacionado diretamente com o prazer ou um tal de bem-estar. Enganados estão os que vivem nessa situação, condicionados a somente acreditar que será feliz a partir desse prazer consentido e freneticamente buscado; onde o prazer e o bem-estar sobrepõem todos os objetivos reais de nosso ser, pois tudo que satisfaz os nossos gostos tende a acabar.


Os dias passam, a rotina parece ser a mesma e tudo que é feito parece desgastante e desmotivador. Essas são as características mais comuns das pessoas que ainda não se encontraram ou que até mesmo perderam-se no caminho. Para encontrar-se e realmente descobrir o que precisa para retornar ao caminho, se faz necessário olhar. Isso mesmo, você deve olhar. Não olhar mais as tuas dores e insatisfações, mas olhar para os detalhes que a vida tem te proporcionado, as verdadeiras alegrias que a vida tem te dado. Ao acordar, mesmo que as manhãs pareçam ser as mesmas, cada manhã é uma nova oportunidade que Deus tem te dado a amanhecer para a vida. Ao levantar-se, mesmo que esteja cansado e com sono, lembre-se: “Deus quer te despertar para uma nova vida, uma nova oportunidade”. Uns dirão: “Mas a vida, a rotina, o toque do despertador, os latidos do cachorro da vizinha, as pessoas do ponto de ônibus, e tudo mais é o mesmo, como posso ver além do que vejo?”. “Sim, você pode ver além do que você vê. Você não foi feito(a) para ser mais um construtor social, ou até mesmo um operador do sistema como muitos acreditam. Você foi criado e planejado por Deus para ser melhor hoje do que foi ontem, para quando olhar para o espelho, ou seja, olhar para si, não enxergar a imagem da insatisfação e do desgosto pessoal, mas sim, enxergar a semelhança que a Divina Sabedoria impôs no mais íntimo do teu ser. Você é um filho(a) amado e querido que Deus pensou, planejou, modelou e amou.


O que o jovem precisa? Ou melhor dizendo, o que todo nós precisamos? É olhar e enxergar além!

Destaque

Posts relacionados

Um tesouro escondido

o sofrimento é algo muito grandioso para apenas ser deixado de lado e não ligarmos para ele, pois o mundo ganhou uma nova luz: Jesus Cristo. Com ele veio uma nova percepção sobre a dor: Olhar para o sofrimento com amor.

ler mais

Precisa de ajuda?

Entre em contato

SIGA-NOS

SOBRE O AUTOR

Addan Dyego

Casado com a Taynara Oliveira, Pai de dois filhos. "Roma Locuta est, Causa Finita Est"

COMENTÁRIOS

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSTS RELACIONADOS

Numa toca no chão vivia um hobbit

Numa toca no chão vivia um hobbit

“Numa toca no chão vivia um hobbit.” É assim que começa uma das maiores aventuras de Bilbo Bolseiro um dos grandes personagens criados por J.R.R. Tolkien. Bilbo é aquela pessoa que gosta de conforto e acha que o melhor lugar para se estar é no aconchego de sua casa,...

Cuidado! Tua condenação pode ser pior que a do outro

Cuidado! Tua condenação pode ser pior que a do outro

Em um dos maiores clássicos da história – Inferno de Dante, o autor apresenta no capítulo XI uma narrativa que nos permitirá avançar na Santidade. Para aqueles que não sabem, Dante Alighieri, italiano (século 13), não escreveu uma “trilogia” de contos com verdades...

Perdido anda quem anda atrás do perdido

Perdido anda quem anda atrás do perdido

Quão belas são as palavras que Deus nos transmite por meio de Santa Teresa de Jesus. “Deste modo já anda imperfeito e perdido. É o caso de dizer: perdido anda quem anda atrás do perdido”. Quantas são as vezes que ao estimarmos coisas e pessoas nos perdemos dos...