Cuidado! Tua condenação pode ser pior que a do outro

j

by Addan Dyego

}

21 jun, 2021

Em um dos maiores clássicos da história – Inferno de Dante, o autor apresenta no capítulo XI uma narrativa que nos permitirá avançar na Santidade. Para aqueles que não sabem, Dante Alighieri, italiano (século 13), não escreveu uma “trilogia” de contos com verdades teológicas, com referência a mitologia grega e romana como muitos por aí a tentam definir, mas escreveu um dos maiores clássicos literários da história que tem contribuído com a fé de todos aqueles que o leem.


No capítulo acima citado, em um dos tercetos o autor escreve:
“Será que tu já esqueceste o que diz a tua Ética – respondeu –, quando ela explica em detalhes, as três coisas que ao céu mais desagradam: incontinência, malícia e bestialidade? A culpa por ter pecado por causa de incontinência ofende menos a Deus. Se você lembrar com cuidado essa doutrina, entenderá por que aqueles lá de cima foram separados destes maliciosos aqui em baixo.”


Interessante saber que no “Inferno de Dante” existem vários círculos, que são basicamente “níveis de condenações” pelos pecados cometidos. Diria que quanto maior o círculo, ou o mais profundo, maiores dores sofrerá. E Dante diz algo que muito pode mexer com você nesse exato momento.


Nesse texto que expus, ele escreve: “A culpa por ter pecado por causa da incontinência ofende menos a Deus”. Óbvio, que ofender menos a Deus não é agradá-lo, então aqueles que são condenados por algum pecado de incontinência, como: Luxúria, Gula, Avareza, sofrerão menos que aqueles que são condenados por: Ira, Heresia, Violência, Fraude e Traição. Agora a chave em questão é: Por que esses sofrerão mais, enquanto aqueles menos?


Em “tua Ética” → Livro base aristotélico que Dante e Virgílio tinham conhecimento, se expõe que: Deve ser observado que há três aspectos das coisas que devem ser evitados nos modos: a malícia, a incontinência e a bestialidade.” A alma incontinente tem culpa, mas a culpa é menos grave que o dolo, a vontade de pecar. Esta vontade, quando surge de ocasião, como manifestação da natureza animal é ainda menos grave que aquele pecado que é cometido de forma arquitetada, premeditada, usando a inteligência própria do ser humano a serviço do mal. Ou seja, caro leitor. Os pecados que muitas das vezes arquitetamos, e que de forma consciente cometemos, nesse inferno de Dante há de ser causa das maiores dores que poderemos ter.


Diria que nesse aspecto mesmo não sendo verdade teológica, há de nos induzir a desejar o Paraíso. Diria que, mesmo após a leitura desse fantástico clássico, e tendo consciência que talvez não seja verdade, nos acomete a sã consciência a desejar fugir do desconhecido inferno que Satanás tem projetado para nós.


Finalizo esse texto refletivo e que tem por pura intenção te levar a Deus, com uma frase de um Santo que nasceu alguns séculos depois que o autor.


“A batalha contra o pecado é a única batalha na qual vence aquele que foge”. São Felipe Neri.

Destaque

Posts relacionados

Perdido anda quem anda atrás do perdido

Quantas são as vezes que ao estimarmos coisas e pessoas nos perdemos dos objetivos divinos? A Santa retrata muito bem isso. No capítulo 34, parágrafo 16 do Livro da Vida, ela escreve que não compreenderão bem aqueles que ainda não deixaram todo apego dessa vida por Deus, aquEle que nos dá verdadeira Luz.

ler mais

Precisa de ajuda?

Entre em contato

SIGA-NOS

SOBRE O AUTOR

Addan Dyego

Casado com a Taynara Oliveira, Pai de dois filhos. "Roma Locuta est, Causa Finita Est"

COMENTÁRIOS

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSTS RELACIONADOS

Perdido anda quem anda atrás do perdido

Perdido anda quem anda atrás do perdido

Quão belas são as palavras que Deus nos transmite por meio de Santa Teresa de Jesus. “Deste modo já anda imperfeito e perdido. É o caso de dizer: perdido anda quem anda atrás do perdido”. Quantas são as vezes que ao estimarmos coisas e pessoas nos perdemos dos...

“Tu estavas mais dentro de mim do que a minha parte mais íntima”

“Tu estavas mais dentro de mim do que a minha parte mais íntima”

Dizia Santo Agostinho: “Tu estavas mais dentro de mim do que a minha parte mais íntima. E eras superior a tudo o que eu tinha de mais elevado” Grande e admirável afirmação, Agostinho admite que mesmo após ter entrado em uma seita pagã (maniqueísmo), Deus estava com...

Existe um caminho que não te contaram para vencer os maus hábitos!

Existe um caminho que não te contaram para vencer os maus hábitos!

25 Ai de ti, torrente de hábitos humanos! Quem te resistirá? Até quando hás de correr antes de secar? Até quando arrastarás os filhos de Eva para o mar profundo e temeroso, que somente podem atravessar os que navegam no lenho da cruz? Uma frase antiga que até hoje faz...